Aguarde, carregando o sistema...

v4eveev

Acesse sua área restrita!

Username*

Password*

Logar


* Estamos comprometidos em resguardar suas informações.

Fale com a nossa área comercial agora!

Nossa equipe entrará em contato em breve.

Nome*

E-mail*

Telefone ou Celular*

Assunto*

Mensagem*


* Estamos comprometidos em resguardar suas informações.

Fechar Menu

Alguma Dúvida?

Telefone

(92) 3877-0351

Acesso Restrito

ÁREA RESTRITA

(92) 3877-0351

Facebook Instagram Twitter Youtube Ingles Espanhol Brasil

Nossas novidades


CONTÁBIL | MEI: Erros que a maioria dos microempreendedores cometem

29/07/2019


Se você é um microempreendedor individual preste muita atenção nesse conteúdo, ele indicará quais são esses erros e você deve estar atento para que não cometa nenhum.

 

 

PRIMEIRO ERRO: ESQUECER-SE DA REGRA DA PROPORCIONALIDADE.

O primeiro erro que o microempreendedor comete é quando esquece a existência da regra da proporcionalidade do primeiro ano de abertura.

 

 

SE VOCÊ ABRIU O SEU MEI ESSE ANO O QUE DEVE CONSIDERAR?

No primeiro ano será preciso levar em consideração quando iniciou, pois o limite total é referente aos meses restantes.

Por exemplo, o limite total de faturamento como MEI em 2019 é de R$81.000,00. Para saber o seu limite, deve pegar esse valor dividir por 12 e multiplicar pelo número de meses que faltam para o término do ano.

Fique atento:

Limite: 81.000,00 por ano

1o ano – 6.750,00 X número de meses até final do ano

Ultrapassar até 20% paga-se imposto da diferença e migra no ano seguinte

Ultrapassar acima de 20% desenquadra retroativamente na data da abertura

A partir desse cálculo obterá o valor permitido de faturamento para a sua empresa, dentro desse regime no seu primeiro ano.

E é preciso cuidado porque ao ultrapassar esse valor você pode enfrentar duas situações.

Caso ultrapasse além de 20% do valor permitido, voltará ao momento da abertura, sendo devido o pagamento do valor de imposto sob a diferença toda, terá que pagar retroativo.

E se ultrapassar o limite em até 20% pagará somente o imposto referente à diferença do faturamento.

É preciso cuidado, pois pode ter problemas em relação ao seu faturamento.

 

 

SEGUNDO ERRO: DEIXAR DE ENTREGAR O DASN-SIMEI

Existe uma declaração anual do simples nacional que o MEI precisa entregar para a receita federal.

Essa declaração é entregue no mês de maio, e com a ausência dessa entrega o seu MEI fica irregular.

Existem informações importantes na DASN-SIMEI, e essa declaração é feita por um profissional contábil.

Então, a melhor alternativa que o empreendedor tem é buscar um profissional contábil, só ele pode ajudar e fazer essa declaração para a empresa.

Garantindo que não tenha problemas posteriores relacionados a ela.

 

 

TERCEIRO ERRO: NÃO ENTENDER O QUE É FATURAMENTO

Muitos MEIs acreditam que o seu faturamento na verdade é o espelho seu lucro.

Eles imaginam, por exemplo, que podem pegar o valor que tiveram de despesas, deduzir do valor que receberam, declarando esse valor como faturamento.

E não é assim que funciona…

O faturamento corresponde ao total das suas receitas. Por isso é preciso tomar muito cuidado, caso informe seu faturamento errado, vai recair sob a situação do primeiro erro, que é ultrapassar o valor limite de faturamento.

Tome muito cuidado no momento em que declarar o faturamento da sua empresa.

 

 

QUARTO ERRO : COMPRAR DEMASIADAMENTE

O que acontece muitas vezes com o MEI é que ele compra muito mais do que pode.

Vamos imaginar que ele tenha, por exemplo, um valor de faturamento inicial, proporcional a dez meses de R$67.500,00 sabe quanto ele pode fazer de compra nesse primeiro ano?

Tem direito de comprar o correspondente a 80% do valor total do faturamento que teve.

As compras do MEI não podem ultrapassar esse limite de 80%.

E muitos MEIs além disso, ultrapassam o valor possível do faturamento.

 

 

PORQUE ISSO ACONTECE?

Quando você tira o seu MEI obtém também o seu CNPJ e consequentemente informará ele para os fornecedores, se tiver uma atividade comercial, e pode fazer compras.

O fornecedor emitirá as suas notas fiscais e ele não vai controlar o seu faturamento, quem deve controlar o faturamento é você!

E as secretarias da fazenda estão monitorando isso. De que modo?

Elas reúnem o valor das notas fiscais emitidas contra o seu CNPJ e descobrem que está deixando de declarar corretamente o seu MEI, e então você pode ter sérios problemas.

O MEI foi criado com o objetivo de dar a possibilidade de quem operava de maneira irregular operar dentro da lei.

Mas não é possível esconder valores relativos à sonegação de impostos. Não acredite que será possível omitir dados durante muito tempo da receita federal.

 

 

QUINTO ERRO: DECLARAR TODO RENDIMENTO COMO ISENTO

Esse erro acontece quando você desconsidera a regra de que só pode ter a isenção de imposto de renda pessoa física com base no percentual de 8% para comércio e de 32% para prestador de serviços.

E como isso funciona?

Ser microempreendedor não significa que não pagará mais imposto independente de qualquer coisa, não é bem assim.

Vamos imaginar que o seu limite de faturamento foi de R$81.000,00 reais, e faturou isso no ano através uma atividade comercial, qual o valor que terá de isenção de imposto?

Faturamento no ano – 81.000,00

Rendimento isento – 6.480,00

Rendimento tributável – Até 74.520,00

Deve-se considerar as compras realizadas pelo MEI para determinar a diferença de valores como rendimentos

O valor é o correspondente a exatamente 8% desses R$81.000,00  que seria de R$ 6.480,00, sob o valor restante você não tem isenção de imposto, a não ser que tenha a contabilidade regular para o MEI.

Sim, a contabilidade além de garantir a sua segurança para trabalhar ainda pode te proporcionar impostos menores.

E muita gente fica em dúvida, pois a contabilidade não é obrigatória para MEIs, e essa informação inclusive está no site do microempreendedor individual.

A informação é verídica e se quiser declarar um lucro maior do que os 8% como pessoa física vindo de um MEI que é comércio, ou 32%  de um prestador de serviços, precisa ter a sua contabilidade.

E quem é responsável por ela é o profissional contábil.

O que acontece muitas vezes é que ao fazer o imposto de renda sem conhecer essa regra, você declara errado isso para a receita.

Caso declare tudo como isento posteriormente terá problemas, pois a receita cruza as informações do seu faturamento do MEI para saber se  realmente tinha ou não a possibilidade da isenção de tudo isso.

É preciso tomar muito cuidado.

Você que é MEI deve evitar cometer esses erros e o profissional da contabilidade pode te ajudar nesse sentido.

 

 

Fonte: Jornal Contábil Brasil

 



CATEGORIAS

ARTIGOS CARREIRA CONTÁBIL ECONOMIA EMPRESARIAL SOCIETÁRIO TRABALHISTA TRIBUTÁRIO

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

EMPRESARIAL | MEI que não fez a declaração anual pode perder o registro? CONTÁBIL | 4 SITUAÇÕES QUE A CONSULTORIA CONTÁBIL PODE RESOLVER NA SUA EMPRESA CONTÁBIL | A importância da contabilidade na hora de abrir uma empresa EMPRESARIAL | Infrações do MEI: Quais situações podem colocar meu CNPJ em risco? CONTÁBIL | A importância da contabilidade como informação gerencial TRIBUTÁRIO | Saiba o que é Compliance Tributário e sua importância para as empresas brasileiras EMPRESARIAL | 6 etapas fundamentais para iniciar o seu novo negócio de maneira ideal ARTIGOS | ICMS/AM PRODUTOS FARMACÊUTICOS Redução de Base de Cálculo TRIBUTÁRIO | Como fazer um Planejamento Tributário eficiente? CONTÁBIL | 12 dicas para empreendedores iniciantes EMPRESARIAL | Empreendedor: Entenda a importância de se ter uma boa gestão empresarial CONTÁBIL | Conheça os 5 erros contábeis que mais causam problemas as empresas CONTÁBIL | Sócio responde por dívida de empresa? Entenda a responsabilidade CONTÁBIL | IR 2020: Como se preparar para o Imposto de Renda do ano que vem? CONTÁBIL | Custos e Despesas: Você sabe quais as principais diferenças?

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Assine e receba nossas notícias em seu e-mail

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS




MILLENIUM CONTABILIDADE

A Millennium Contabilidade vem até você para mudar seu conceito de contabilidade com agilidade, eficiência, segurança e acima de tudo com uma visão moderna dos serviços. A contabilidade é instrumento básico no gerenciamento da empresa. Você já tem esse instrumento? A Millennium Contabilidade pode te ajudar!

INFORMAÇÕES

Avenida: Joaquim Nabuco, 1626 – Centro/ Salas 204 à 206

Manaus, Amazonas / Cep: 69.020-031

Telefones: (92) 3877-0351/ (92) 98186-9937/ (92) 99189-5748

Email: comercial@millennium.cnt.br



© Todos os direitos reservado à Millennium Contabilidade 2019.

Selo ssl

Millennium Contabilidade Millennium Contabilidade MILLENNIUM CONTABILIDADE, Departamento Contábil, Fiscal, Societário, RH/DP e Serviços Especializados em Mapeamento de Operações e Revisão Fiscal, Classificação Fiscal de Mercadorias, Planejamento Tributário Revisão Fiscal, Tributos, Assessoria e Consultoria. +55 92 3877-0351 millennium@millennium.cnt.br

Av. Joaquim Nabuco, 1626 - Sala 204 a 206 - Centro 69020-031 Manaus Amazonas Brazil