Aguarde, carregando o sistema...

v4eveev

Acesse sua área restrita!

Username*

Password*

Logar


* Estamos comprometidos em resguardar suas informações.

Fale com a nossa área comercial agora!

Nossa equipe entrará em contato em breve.

Nome*

E-mail*

Telefone ou Celular*

Assunto*

Mensagem*


* Estamos comprometidos em resguardar suas informações.

Fechar Menu

Alguma Dúvida?

Telefone

(92) 3877-0351

Acesso Restrito

ÁREA RESTRITA

(92) 3877-0351

Facebook Instagram Twitter Youtube Ingles Espanhol Brasil

Nossas novidades


CONTÁBIL | Quanto uma microempresa paga de imposto em média em 2020?

19/02/2020


Quer saber quanto uma microempresa paga de imposto atualmente?

Não é novidade que o Brasil tem uma das cargas tributárias mais complexas, com inúmeros tipos de impostos — só para as empresas, são mais de 10 tributos diferentes. 

No entanto, existem regimes tributários que favorecem as pequenas empresas e aliviam as alíquotas, incentivando seu crescimento e desenvolvimento. 

Logo, você precisa saber quanto uma microempresa paga de imposto em cada opção disponível para decidir qual é mais vantajosa

Vamos ajudar na escolha com um guia rápido de impostos para microempresas. 

Siga a leitura e saiba como reduzir os gastos do seu negócio. 

 

Quanto uma microempresa paga de imposto no Brasil?

Antes de calcular quanto uma microempresa paga de imposto no Brasil, precisamos entender quais são os tipos de empresa e regimes tributários possíveis.

A microempresa (ME), no caso, é uma sociedade composta por um ou mais sócios que fatura até R$ 360 mil brutos anualmente. 

Além dessa modalidade, também é possível enquadrar a empresa nas seguintes categorias, conforme o porte:

  • Microempreendedor Individual (MEI): microempresas individuais (com até um colaborador) com faturamento bruto de até R$ 81 mil anuais, com impostos unificados pelo SIMEI 
  • Empresa de Pequeno Porte (EPP): pequena empresa com faturamento anual entre R$ 360 mil e R$ 4,8 milhões
  • Empresa de médio a grande porte: são empresas sem limite de faturamento e com receita bruta acima de R$ 4,8 milhões

Logo, a ME está posicionada entre o MEI e a EPP, como um pequeno negócio em fase de crescimento. 

Justamente pelo menor porte, a microempresa tem algumas vantagens tributárias, como veremos ao longo do texto.

 

Quais são os impostos pagos pela microempresa?

Oficialmente, a microempresa deve pagar oito impostos, que podem ser calculados separadamente ou juntos — tudo depende do regime tributário escolhido.

É importante frisar que os percentuais de cada imposto e a forma de cobrança também variam.

Mas, de modo geral, estes são os tributos cobrados:

  • IRPJ: o Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) é calculado sobre o faturamento dos últimos 12 meses da empresa e normalmente possui uma alíquota de 15% para empresas não optantes do Simples Nacional (mais 10% para lucros acima de R$ 20 mil ao mês)
  • CSLL:  a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) também é cobrada com base nos lucros da empresa e financia a seguridade social, com alíquota entre 9% e 20%
  • PIS: o Programa de Integração Social (PIS) financia o seguro desemprego e o abono dos funcionários, e suas alíquotas variam conforme o regime tributário (1,65% para lucro real, 0,65% para lucro presumido e variável no Simples Nacional)
  • COFINS: a Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS) incide sobre o faturamento e sua alíquota é de 7,6% para o lucro real, 3% para o presumido e variável no Simples Nacional
  • CPP: a Contribuição Previdenciária Patronal (CPP) é calculada sobre o valor da folha de pagamento, com alíquota fixa de 20%, com exceção do Simples Nacional
  • ICMS: o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) é cobrado de empresas do setor comercial ou que comercializam produtos, com alíquotas que variam de 7% a 18% conforme o estado (no Simples Nacional, é de 1,25% a 3,95%)
  • ISS: o Imposto Sobre Serviços (ISS) é de competência municipal e cobrado sobre o valor dos serviços prestados por empresas, variando entre 2% e 5% conforme a prefeitura (no Simples, é de 2% a 4,65%)
  • IPI: o Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) é cobrado de empresas que produzem ou importam mercadorias, de acordo com o valor de venda do produto e as taxas da tabela do IPI (no Simples, a taxa padrão é de 0,5% para as indústrias).

 

Além dessa lista, ainda há tributos complementares como:

 
  • IOF (Imposto sobre Operações de Crédito, Câmbio e Seguro, ou Relativas a Títulos ou Valores Mobiliários)
  • II (Imposto sobre a Importação de Produtos Estrangeiros
  • IE (Imposto sobre a Exportação, para o Exterior, de Produtos Nacionais ou Nacionalizados)
  • ITR (Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural)
  • FGTS (contribuição para o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço).

A seguir, você vai entender por que as alíquotas variam de acordo com o regime tributário da empresa.

 

Quanto uma microempresa paga de imposto em cada regime tributário?

Para entender quanto uma microempresa paga de imposto, você precisa conhecer os principais regimes tributários em vigor no Brasil.

Basicamente, são conjuntos de normas que determinam quais serão os impostos pagos pela empresa, como deve ser recolhidos e em quais prazos. 

Confira os quatro regimes disponíveis atualmente:

 

SIMEI

O SIMEI é o regime fiscal exclusivo dos microempreendedores individuais (MEIs), que unifica os impostos mensais em um único documento de arrecadação (DAS SIMEI). 

 

Nesse regime, todos os impostos anteriores são compilados em um único pagamento mensal, no valor de R$ 52,95 para o comércio e indústria (ICMS), R$ 56,95 para o setor de serviços (ISS) e R$ 57,95 para o comércio e serviços (ICMS e ISS), conforme divulgado em 2020 no portal oficial.

Simples Nacional

O Simples Nacional é um regime tributário simplificado exclusivo para as pequenas empresas, especialmente as MEs e EPPs, que faturam até 4,8 milhões anuais.

O enquadramento foi criado para ajudar os pequenos negócios, e por isso reduz consideravelmente as porcentagens de impostos. 

 

Ao optar pelo Simples Nacional, a microempresa paga todos os impostos em uma única guia (DAS), com alíquotas adequadas ao seu faturamento e segmento. 

Lucro Presumido

No regime de Lucro Presumido, os impostos são cobrados com base na projeção de faturamento da empresa, calculada a partir da receita bruta. 

No caso, são arrecadados os valores referentes ao IRPJ e CSLL sobre a projeção trimestral, enquanto o restante dos tributos é cobrado separadamente.

Lucro Real

No Lucro Real, os impostos são calculados a partir do lucro líquido da empresa, com percentuais específicos para o IRPJ e CSLL, de acordo com a atividade econômica.

Da mesma forma que no Lucro Presumido, os outros tributos são cobrados à parte.

 

 

Fonte: Jornal Contabil



CATEGORIAS

ARTIGOS CARREIRA CONTÁBIL ECONOMIA EMPRESARIAL SOCIETÁRIO TRABALHISTA TRIBUTÁRIO

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ECONOMIA | Saiba como vai funcionar a ajuda aprovada na Câmara TRABALHISTA | O que muda com a suspensão do recolhimento do FGTS CONTÁBIL | Comportamento do profissional da contabilidade nos estabelecimentos em tempos de COVID-19 TRABALHISTA | FGTS - Caixa Econômica Federal suspende recolhimento do FTGS de março abril e maio CONTÁBIL | A contabilidade no contexto da gestão empresarial face à crise do coronavírus ECONOMIA | PGFN e RFB prorrogam validade das certidões emitidas em decorrência do COVID-19 EMPRESARIAL | Como manter a rotina fiscal eficiente, mesmo em Home Office? EMPRESARIAL | Medidas que podem ser adotadas por empresas em decorrência da pandemia CONTÁBIL | O que é contrato social da empresa? CONTÁBIL | O que é o Cofins e quem deve pagar? TRABALHISTA | Obrigações no eSocial das empresas do Simples Nacional CONTÁBIL | Imposto de Renda 2020: Principais mudanças CONTÁBIL | Apuração das Receitas: Regime de Competência ou Regime de Caixa? CONTÁBIL | Balanço patrimonial e DRE na rotina de empresas CONTÁBIL | Obrigações fiscais das pequenas empresas

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Assine e receba nossas notícias em seu e-mail

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS




MILLENIUM CONTABILIDADE

A Millennium Contabilidade vem até você para mudar seu conceito de contabilidade com agilidade, eficiência, segurança e acima de tudo com uma visão moderna dos serviços. A contabilidade é instrumento básico no gerenciamento da empresa. Você já tem esse instrumento? A Millennium Contabilidade pode te ajudar!

INFORMAÇÕES

Avenida: Joaquim Nabuco, 1626 – Centro/ Salas 204 à 206

Manaus, Amazonas / Cep: 69.020-031

Telefones: (92) 3877-0351/ (92) 98186-9937/ (92) 99189-5748

Email: comercial@millennium.cnt.br



© Todos os direitos reservado à Millennium Contabilidade 2020.

Selo ssl

Millennium Contabilidade Millennium Contabilidade MILLENNIUM CONTABILIDADE, Departamento Contábil, Fiscal, Societário, RH/DP e Serviços Especializados em Mapeamento de Operações e Revisão Fiscal, Classificação Fiscal de Mercadorias, Planejamento Tributário Revisão Fiscal, Tributos, Assessoria e Consultoria. +55 92 3877-0351 millennium@millennium.cnt.br

Av. Joaquim Nabuco, 1626 - Sala 204 a 206 - Centro 69020-031 Manaus Amazonas Brazil