Aguarde, carregando o sistema...

v4eveev

Acesse sua área restrita!

Username*

Password*

Logar


* Estamos comprometidos em resguardar suas informações.

Fale com a nossa área comercial agora!

Nossa equipe entrará em contato em breve.

Nome*

E-mail*

Telefone ou Celular*

Assunto*

Mensagem*


* Estamos comprometidos em resguardar suas informações.

Fechar Menu

Alguma Dúvida?

Telefone

(92) 3877-0351

Acesso Restrito

ÁREA RESTRITA

(92) 3877-0351

Facebook Instagram Twitter Youtube Ingles Espanhol Brasil

Nossas novidades


CONTÁBIL | SPED: Conheça quais são suas obrigações acessórias

17/08/2020


O Sistema Público de Escrituração Digital (SPED), se trata de uma plataforma online direcionada para o encaminhamento das informações de pessoas jurídicas à Receita Federal.

Através dele, é possível fazer o envio de processos, recepção, validação, armazenamento e autenticação dos livros e documentos referentes à escrituração contábil e fiscal das empresas.

Mesmo aqueles empreendimentos imunes ou isentos, passaram a realizar o procedimento eletrônico. 

 
O SPED simplificou as declarações.

Portanto, ao invés da obrigatoriedade de imprimir e preencher uma série de formulários, basta acessar o programa pelo computador e estar apto a cumpris as mais diversas obrigações fiscais e contábeis diante de toda a praticidade. 

 

SPED: para que serve?

Criado com o objetivo de simplificar o cumprimento das obrigações acessórias das empresas que devem fazer as contribuições tributárias, o SPED também visa a integração e padronização das informações a âmbito federal, estadual e municipal, além de facilitar a fiscalização dos órgãos reguladores.

Em outras palavras, o sistema tem o objetivo de desburocratizar os processos tributários que impõem limites às empresas, bem como, compor um ambiente mais saudável para os negócios do país. 

 

O que a adesão do SPED muda na empresa?

A alteração na rotina de uma empresa é algo recorrente da implementação do SPED, que resulta primeiramente, a redução da papelada que antes eram utilizados na declaração física dos tributos.

Agora, todos os arquivos são realizados em formato digital e armazenados na nuvem, otimizando o tempo e economizando material na execução dos procedimentos contábeis e fiscais. 

O segundo ponto mais notável se refere à simplificação durante a realização das obrigações acessórias das empresas.

O SPED uniformiza as informações enviadas ao Governo Federal, e possibilita o cruzamento de dados dos registros fiscais e contábeis.

Em outras palavras, menos burocracia ao gerir a empresa e mantê-la dentro da legalidade, ao facilitar a identificação de possíveis incoerências. 

 

Quais documentos se integram ao SPED?

O sistema abrange uma série de processos importantes para tornar uma empresa legal, através da informatização de várias áreas, como:

  • Escrituração Fiscal Digital (EFD);
  • Escrituração Contábil Digital (ECD);
  • Escrituração Contábil Fiscal (ECF);
  • Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e);
  • e-Financeira;
  • e-Social;
  • Nota Fiscal Eletrônica (NF-e);
  • Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e);
  • Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e).

Sendo assim, a informatização caracterizada pelo SPED, possibilitou a digitalização de atividades desde a emissão de notas fiscais até às obrigações trabalhistas, excluindo a necessidade de tarefas manuais.

Entretanto, no intuito de garantir a segurança das operações realizadas, é necessário possuir um certificado digital, que pode ser adquirido através de empresas especializadas, devendo ser validado pelo padrão ICP Brasil.

 

Escrituração Fiscal Digital (EFD)

Também conhecida como SPED Fiscal, a EFD se trata de uma obrigação acessória que deve ser cumprida mensalmente, e é dividida em três partes: 

  • EFD Contribuições: utilizada na escrituração da contribuição relacionada ao PIS/Pasep e a Cofins;
  • EFD ICMS IPI: neste documento, devem ser registradas todas as operações que possam influenciar na apuração de ambos os tributos;
  • EFD Reinf: esta modalidade requer a escrituração dos rendimentos pagos, bem como, as retenções do Imposto de Renda, além das informações referentes à receita bruta da empresa correspondente à apuração das contribuições previdenciárias substituídas.

Entretanto, é importante destacar a necessidade de todas as referidas informações passarem primeiramente, por um processo de verificação no Programa Validador e Assinador (PVA), disponibilizado pelo próprio SPED através do site da Receita Federal.

Concluídas as etapas de validação e inclusão à garantia do Certificado Digital, os dados são transformados em um arquivo digital e encaminhados ao fisco. 

 

Escrituração Contábil Digital (ECD)

Esta obrigação acessória substitui as seguintes escriturações manuais: 

 
  • Livro Diário e seus auxiliares – se houverem; 
  • Livro Razão e seus auxiliares – se houverem;
  • Livro Balancetes Diários, Balanços e fichas de lançamento comprobatórias dos assentamentos neles transmitidos.

É importante saber que a entrega dessas obrigações deve ser feita anualmente, até o último dia útil do mês de maio, com base no relatório do ano-calendário.

Além disso, o envio da ECD não é obrigatório para as micro e pequenas empresas optantes pelo Simples Nacional.

Criada para substituir a Declaração de Informações Econômico-Fiscais da Pessoa Jurídica (DIPJ), a ECD é obrigatória para aquelas empresas adeptas aos regimes do Lucro Real, Arbitrado ou Presumido, mesmo para aquelas que estão imunes ou isentas. 

 

Fonte: Jornal Contábil



CATEGORIAS

ARTIGOS CARREIRA CONTÁBIL ECONOMIA EMPRESARIAL SOCIETÁRIO TRABALHISTA TRIBUTÁRIO

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

CONTÁBIL | Empresas inativas e sem movimento ainda possuem obrigações, saiba quais são EMPRESARIAL | Setores mais afetados pelos impactos da pandemia TRIBUTÁRIO | IRPF: Receita abre consulta ao quinto lote de restituição TRIBUTÁRIO | Simples Nacional: Tributos federais prorrogados começam a vencer em outubro CONTÁBIL | Conheças as principais diferenças de um profissional liberal e autônomo CONTÁBIL | Contadores são essenciais para a sociedade CONTÁBIL | Contabilidade: Saiba quais são os passivos de uma empresa e como funcionam EMPRESARIAL | 7 vantagens e desvantagens do Microempreendedor Individual CONTÁBIL | Objetivo e funções de um escritório de contabilidade TRABALHISTA | CLT 2020: Conheça as principais mudanças nas leis trabalhistas esse ano TRABALHISTA | Departamento Pessoal: Veja lista com as 8 principais rotinas dessa área TRIBUTÁRIO | Comunicado Sobre Malha Fiscal Pessoa Jurídica: Falta de Escrituração de Receitas no SPED CONTÁBIL | Saiba quais são as obrigações contábeis das Empresas inativas TRABALHISTA | CLT: Entenda as limitações legais do banco de horas CONTÁBIL | Conheça alguns livros contábeis que são obrigatórios para as empresas

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Assine e receba nossas notícias em seu e-mail

OUTRAS NOTÍCIAS RELACIONADAS




MILLENIUM CONTABILIDADE

A Millennium Contabilidade vem até você para mudar seu conceito de contabilidade com agilidade, eficiência, segurança e acima de tudo com uma visão moderna dos serviços. A contabilidade é instrumento básico no gerenciamento da empresa. Você já tem esse instrumento? A Millennium Contabilidade pode te ajudar!

INFORMAÇÕES

Avenida: Joaquim Nabuco, 1626 – Centro/ Salas 204 à 206

Manaus, Amazonas / Cep: 69.020-031

Telefones: (92) 3877-0351

Email: comercial@millennium.cnt.br



© Todos os direitos reservado à Millennium Contabilidade 2020.

Selo ssl

Millennium Contabilidade Millennium Contabilidade MILLENNIUM CONTABILIDADE, Departamento Contábil, Fiscal, Societário, RH/DP e Serviços Especializados em Mapeamento de Operações e Revisão Fiscal, Classificação Fiscal de Mercadorias, Planejamento Tributário Revisão Fiscal, Tributos, Assessoria e Consultoria. +55 92 3877-0351 millennium@millennium.cnt.br

Av. Joaquim Nabuco, 1626 - Sala 204 a 206 - Centro 69020-031 Manaus Amazonas Brazil