Com a alta do desemprego e a falta de oportunidades de trabalho, cada vez mais jovens têm demonstrado interesse em empreender. De acordo com pesquisa realizada pela Globo, 24% dos jovens brasileiros das classes A, B e C já têm o próprio negócio, enquanto 60% ainda sonham em empreender. O estudo ainda revela que os principais motivadores são a conquista pela liberdade financeira, autonomia, flexibilidade de horário e oferta de produtos e serviços inovadores.

Mas existem alguns pontos que precisam ser levados em consideração antes de abrir um negócio, como refletir se a ideia de fato vai atender a uma necessidade de mercado e quanto as pessoas estariam dispostas a pagar por ela. É necessário ter um bom planejamento financeiro e técnico para que se consiga montar uma empresa de sucesso, capaz de se manter de pé mesmo em meio às oscilações econômicas.

Caso você esteja no grupo dos que desejam iniciar um negócio, Fernando Senna, cofundador da edtech Start Empreendedor, lista abaixo 4 erros comuns que as pessoas cometem na hora de começar um empreendimento – e o que você pode fazer para evitá-los.

1) Acreditar que é preciso ter uma ideia incrível

Muitas pessoas acreditam que é preciso ter uma ideia extraordinária na hora de iniciar um negócio. Por conta disso, elas acabam nunca criando nada, por nunca estarem satisfeitas. Por isso, é importante ter em mente que a ideia só precisa ser boa o suficiente para que, assim, você faça uma excelente execução.

2) Começar a trabalhar em uma ideia antes de avaliá-la completamente

É importante trabalhar em uma ideia de forma aprofundada, afinal, é sobre essa base que o empreendimento será desenvolvido. Então, use algumas semanas para ter certeza da direção que deverá tomar. Dessa forma, será possível achar o meio do caminho entre a ideia perfeita e a primeira que veio à cabeça. Escolha um bom local de partida porque depois ficará mais fácil modificar, se for necessário.

3) Começar pelo solução e não pelo problema

A gente sabe que um dos fatores para que o negócio dê certo é resolver um problema real, onde as pessoas estejam dispostas a pagar por isso. Então, não adianta nada você tentar começar pela ideia que tem na cabeça se isso não for solucionar uma dor comum a muita gente.

4) Acreditar que é difícil encontrar ideias de negócios

Essa é uma das maiores desculpas usadas por aqueles que não estão verdadeiramente comprometidos a empreender. A questão é que muitas dessas pessoas estão mais acostumadas a reclamar, em vez de buscar enxergar oportunidades – e é aí que está a virada de chave. Toda vez que você vir algo acontecendo – seja na sua vida, no seu dia a dia ou durante o trabalho – que não funciona como você acha que deveria, é sinal de que ali há a possibilidade de um novo negócio.

Portanto se lembre de que o sucesso do seu do negócio não está só em ter uma boa ideia; isso é importante, mas, uma vez validada, será a sua execução, a gestão, as pessoas que você vai trazer para dentro do business, a resiliência, o comprometimento, e a disciplina que vão tornar o seu negócio especial.

Fonte: Site Contábil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Translate »
Abrir Chat
Olá! Precisa de ajuda?
Olá, como podemos ajudar